no comments

Por que o farmacêutico esteta deve investir na aplicação de toxina?

A Farmacêutica esteta Ana Carolina Pareja já saiu na frente. Ela fez o curso de toxina e preenchimento na unidade do Nepuga (Núcleo de Estudos Dra. Ana Carolina PugA) de Curitiba e saiu satisfeita com o seu aprendizado.
Ela conta que já começou a atuar, realizando aplicações em clientes e que está montando seu próprio consultório no momento.

“O curso me deu muita segurança para realizar as aplicações, gostei tanto do curso quanto dos professores, tenho tido bastante procura de pacientes interessadas no procedimento”, conta a farmacêutica.

Farmacêutico pode aplicar toxina segundo resolução 616/2015

Hoje o farmacêutico esteta devidamente habilitado tem respaldo legal em sua resolução 616, publicada em novembro de 2015, para realizar aplicações de toxina e preenchimento em pacientes.

O número de procura pela técnica cresce a cada ano, pois homens e mulheres têm buscado cada vez mais pela aparência jovial, por retardar os efeitos do tempo, removendo marcas de expressão, rugas que diminuem a autoestima, e dessa forma, esse aumento de interessados na técnica faz necessário o profissional se capacitar para realizar um bom procedimento, aquele que deixa o cliente satisfeito com os resultados que o fará voltar para realizar outra aplicação de toxina, ou mesmo de preenchimento com você.

Para se ter uma ideia de como a procura por esse procedimento é alta, os dados mais recentes da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética mostram que em 2014 foram realizadas quase 5 milhões de aplicações de toxina botulínica em todo o mundo.

O Brasil aparece no segundo lugar do ranking de países que mais fizeram aplicações, com 355.581 injeções realizadas em 2014. O primeiro lugar é dos Estados Unidos, que fez mais de um milhão de aplicações no mesmo ano.

A procura por aplicação de toxina e preenchimento tem crescido entre os homens, que estão cada vez mais preocupados com esse tipo de cuidado estético e também entre os jovens, pessoas na faixa dos 30 anos, que buscam o procedimento para garantir uma “prevenção” das rugas e marcas de expressão.

Para estar preparado para atuar nesse mercado, os profissionais da farmácia estética que desejam atuar com os procedimentos injetáveis devem começar agora a se capacitar, pois estarão garantindo conhecimento para realizar o melhor atendimento para esses clientes no futuro.

Reporter Farmácia Estética
Somos apaixonados pelo que fazemos e escrevemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta, do graduando em farmácia.