Entenda como funciona a técnica de Drug Delivery e quais as vantagens de realizar este procedimento estético

O nome pode ser um pouco estranho, mas a técnica é muito conhecida e praticada para tratamento estético pelos farmacêuticos estetas, conhecida como “Drug Delivery. Este não é nenhum tipo de entrega expressa ou rápida de medicamento, se traduzido literalmente. A técnica é um procedimento para facilitar a permeação de produtos tópicos nas camadas internas da pele.

Em suma, a Drug Delivery permite a entrega com maior eficácia e agilidade de moléculas terapêuticas, em diversos pontos do corpo, como por exemplo o rosto, dependendo da aplicação e o tipo de procedimento realizado. Além de facilitar a penetração de aditivos, reduz o tempo necessário para que os resultados comecem a aparecer.

Aplicação Drug Delivery

O Drug Delivery é associado com a técnica de microagulhamento, no qual utiliza-se o dermaroller – rolinho que possui microagulhas em sua ponteira – como parte do procedimento. Esta técnica consiste em produzir furos minúsculos na pele com o objetivo de estimular os fibroblastos as células responsáveis pela produção de colágeno, para restaurar a pele que foi danificada.

Por consequência das centenas de microlesões na pele, realizados pelo microagulhamento, desencadeia uma ação de mediadores químicos. Assim, aumenta a produção das substâncias dos fibroblastos e colágeno, que por sua vez reestrutura a pele e beneficia a reorganização das fibras internas, proporcionando diversos benefícios para a derma.

Um dos tratamentos deste procedimento é o clareamento de pele, no qual é utilizado Vitamina C, no Drug Delivery para fazer com que a substância penetre bem e mais rapidamente na pele. Há também o benefício adicional de estimular a produção de novas células, fibras de colágeno e elastina.

Drug Delivery em diversos tratamentos

O Drug Delivery pode ser associado para vários procedimentos estéticos, entre os mais procurados estão: manchas, rugas, flacidez, rejuvenescimento da pele, poros abertos, cicatrizes, estrias, cicatrizes de acne, olheiras, queda de cabelo. Porém como todo tratamento estético há restrições que precisam de cuidados e avaliação do farmacêutico esteta antes da realização do procedimento.

Este tipo de tratamento não deve ser feito em áreas do corpo que possui alguma infeção e em pacientes com propensão à formação de queloide. Por isso, o profissional esteta da área é capacitado e deve avaliar a área da aplicação e o paciente, antes de iniciar o tratamento.

Gostou deste procedimento? Então leia mais, em nosso blog, e saiba sobre: Os procedimentos que os farmacêuticos estetas podem realizar 

Curso de Microagulhamento
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e escrevemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta e do graduando em farmácia.