No movimento pelos direitos animais, o Cruelty-free, ou Livre de Crueldade, é um rótulo para produtos ou atividades que não ferem ou matam animais. Isso porque produtos testados em animais são considerados cruéis, pois são testes muitas vezes dolorosos e causam muito sofrimento a milhões de animais a cada ano. Para o farmacêutico esteta, que utiliza produtos em seu consultório e ainda pode recomendá-los às suas clientes, é importante estar por dentro do assunto.

Várias empresas já oferecem uma ampla gama de produtos Cruelty-free, como cosméticos, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza doméstica, roupas, calçados, preservativos (que às vezes são processados com caseína), e velas (que normalmente usam parafina ou cera de abelha). Desde os anos 1990, o leaping bunny ou o coelho que pula, é o símbolo do programa de certificação internacional de produtos livres de crueldade.

Origens do termo

O termo Cruelty-free foi usado pela primeira vez por Lady Dowding, em 1945, que persuadiu os fabricantes de peles falsas a usarem o selo Beauty Without Cruelty. O termo foi popularizado nos EUA na década de 1970 por Marcia Pearson que fundou o grupo Fashion With Compassion  (moda com compaixão).

Os cosméticos, infelizmente, têm uma longa história de práticas de testes cruéis, muitas vezes usando animais indefesos como cobaias dos seus produtos. O objetivo desses testes é descobrir os possíveis efeitos colaterais dos produtos químicos utilizados e como eles afetam o organismo quando aplicados diretamente sobre a pele, ingeridos ou inalados.

De acordo com a Humane Society, alguns destes testes incluem raspar os pelos e depois usar um produto de abrasão na pele do animal. Em seguida, os produtos são testados diretamente sobre as áreas nuas, ou são pingados diretamente nos olhos do animal para testar o seu nível de toxidade. Mesmo testes bem sucedidos, que não resultam em danos “significativos”, muitas vezes levam a um extremo desconforto e dor aos animais.

Vegan x Cruelty-Free

Produtos Cruelty-free são muito mais saudáveis para a pele, pois tem produtos mais naturais em sua composição.

Uma vez que você começar a olhar para produtos mais naturais, vai descobrir que há dois tipos principais de embelezadores conscientes: os produtos Vegan e os Cruelty-Free. O Vegan é definido como o produto que não tem nenhum ingrediente de origem animal. Cruelty-Free diz respeito aos produtos onde nenhum teste animal foi utilizado. Nenhum deles, entretanto, deve ser confundido com o termo “totalmente natural”.

Uma maneira fácil de saber se um produto é livre de crueldade é procurar um símbolo do coelho, o Leaping Bunny, selo de aprovação do CCMI.

Empresas que ainda utilizam testes em animais

Infelizmente, há ainda grandes empresas que continuam a utilizar testes em animais. Veja aqui uma lista das maiores e mais conhecidas:

  • L`orèal
  • Max factor
  • Ponds
  • Johnson & Johnson
  • Mac

Algumas marcas Cruelty-Free

Entretanto, existem hoje em dia, várias empresas que se dedicam a ser Cruelty-Free ou vegan. Produtos 100% vegan não podem ter ingredientes tais como cera de abelha e mel na sua composição. Não deixe de ler o rótulo de nenhum produto antes de comprar um cosmético para se certificar de que ele atende as normas.

Então agora, veja algumas das empresas na lista do Pea que são consideradas livre de crueldade:

  • Acquaflora
  • Afro Nature
  • Água de cheiro
  • Bioderm
  • Botanic
  • Contém 1G
  • Davene
  • Embelezze (Novex)
  • Jequiti
  • L’aqua di Fiori
  • Mahogany
  • Mairibel
  • Maquel
  • Natura
  • O Boticário
  • OX
  • Quem disse Berenice?

^39BE11B3ABC0810ABCD8F770BD942CF2348A2D5FDCDF7F721D^pimgpsh_fullsize_distr

Deixe aqui seu Comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta, do graduando em farmácia e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.