USP e Unicamp lideram ranking internacional em produção de pesquisas de cosméticos

Uma pesquisa divulgada este mês pela Thomson Reuters mostrou que o Brasil é destaque mundial na pesquisa científica relacionada a cosméticos. Para você, profissional da farmácia estética que lida diariamente com esses produtos e está sempre ligado nas novidades que surgem no mercado da cosmetologia, esse é um assunto muito importante para levar em consideração. Afinal, […]

Uma pesquisa divulgada este mês pela Thomson Reuters mostrou que o Brasil é destaque mundial na pesquisa científica relacionada a cosméticos.

Para você, profissional da farmácia estética que lida diariamente com esses produtos e está sempre ligado nas novidades que surgem no mercado da cosmetologia, esse é um assunto muito importante para levar em consideração. Afinal, a USP ficou em primeiro lugar no mundo em produção de pesquisas para essa área. A Unicamp vem logo em seguida.

cosméticos_usp [restrict]

Brasil é líder em cirurgias plásticas

“Isso talvez não seja uma grande surpresa já que o Brasil também está entre os cinco países do mundo com maior número de cirurgias plásticas estéticas realizadas anualmente”, destacou o relatório.

Nas pesquisas sobre cosméticos, a USP ficou à frente da Food and Drug Administration (FDA), agência norte-americana responsável por alimentos e remédios; da Procter & Gamble; e da Universidade Harvard. Inovação no mundo

A sétima edição do estudo anual da Thomson Reuters analisou indicadores como depósitos de patentes e publicações científicas em 12 áreas.

O volume mundial de patentes cresceu 13,7% em 2015, enquanto o de novas pesquisas científicas caiu 19%. A queda na produção científica pode representar uma ameaça ao crescimento da inovação nos próximos anos.

Dispositivos Médicos são patentes que mais crescem

Os setores que apresentaram maior crescimento no registro de patentes foram:

Dispositivos médicos (27%); Eletrodomésticos (21%); Aeroespacial e defesa (15%); Petróleo e gás (14%); e Tecnologia da informação (13%).

A área de biotecnologia foi a única que caiu na produção de patentes, com retração de 2% sobre 2014.

[/restrict] ^39BE11B3ABC0810ABCD8F770BD942CF2348A2D5FDCDF7F721D^pimgpsh_fullsize_distr    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2012-2021. Portal da Farmácia Estética.