Passo a passo do procedimento asséptico com água e sabão

Saiba a maneira correta e a importância do procedimento asséptico das mãos Nesta edição da série sobre a importância da assepsia, vamos orientar como fazer o procedimento correto da higienização das mãos com água e sabão. Algo que, muitas vezes, pode ser simplório e corriqueiro durante o dia a dia da profissão, porém tem um […]
procedimento asséptico

Saiba a maneira correta e a importância do procedimento asséptico das mãos

Nesta edição da série sobre a importância da assepsia, vamos orientar como fazer o procedimento correto da higienização das mãos com água e sabão. Algo que, muitas vezes, pode ser simplório e corriqueiro durante o dia a dia da profissão, porém tem um papel fundamental para a realização de qualquer tipo de contato com o paciente ou equipamento estético. As mãos possuem um dos principais canais de transmissão de microrganismos, na duração de contato com o paciente ou qualquer tipo de equipamento. Sendo assim, a pele é um receptário que pode transferir de uma superfície para outra, diretamente (pele com pele) ou indireto (por meio de objetivos e superfícies contaminadas). Portanto, para não ocorrer problemas com a assepsia das mãos, durante qualquer procedimento estético, confira o passo a passo da forma correta de como higienizar a mão com água e sabão: 1.Abra a torneira e molhe as mãos, evitando encostar na pia. 2.Aplique na palma da mão quantidade suficiente de sabonete líquido para cobrir todas as superfícies das mãos (seguir a quantidade recomendada pelo fabricante). 3.Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as entre si. 4.Esfregue a palma da mão direita contra o dorso da mão esquerda (e vice-versa) entrelaçando os dedos. 5.Entrelace os dedos e friccione os espaços interdigitais. 6.Esfregue o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta (e vice-versa), segurando os dedos, com movimento de vai-e-vem. 7.Esfregue o polegar direito, com o auxílio da palma da mão esquerda (e vice-versa), utilizando movimento circular. 8.Friccione as polpas digitais e unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita, fechada em concha (e vice-versa), fazendo movimento circular. 9.Esfregue o punho esquerdo, com o auxílio da palma da mão direita (e vice-versa), utilizando movimento circular. 10.Enxágue as mãos, retirando os resíduos de sabonete. Evite contato direto das mãos ensaboadas com a torneira. 11.Seque as mãos com papel-toalha descartável, iniciando pelas mãos e seguindo pelos punhos. Semana que vem o blog Farmácia Estética apresentará a última matéria da série, mostrando quando realizar a assepsia e por qual motivo realizar. Siga a gente e fique atento. [widgetkit id=”11″ name=”BANNER PÓS-GRADUAÇÃO FARMÁCIA”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2012-2021. Portal da Farmácia Estética.