O uso dos jalecos e a importância na biossegurança do trabalho

Entenda os porquês da biossegurança no trabalho e a utilização do jaleco nos procedimentos estético A biossegurança pode ser definida por um conjunto de ações realizados pelo esteta, que visa a segurança e proteção tanto do profissional quanto do paciente, antes e durante o procedimento estético. Na série de hoje, o blog farmácia estética mostra […]
Jalecos

Entenda os porquês da biossegurança no trabalho e a utilização do jaleco nos procedimentos estético

A biossegurança pode ser definida por um conjunto de ações realizados pelo esteta, que visa a segurança e proteção tanto do profissional quanto do paciente, antes e durante o procedimento estético. Na série de hoje, o blog farmácia estética mostra os benefícios e cuidados com a profissão e a importância da utilização dos jalecos para a realização de qualquer tratamento. Os cuidados com higiene, manipulação e conservação de equipamentos e substâncias são essenciais em qualquer local que lida com os cuidados e a saúde do paciente. Isto é relevante pois em qualquer ambiente estamos expostos a poeira, sujeira provenientes do ar e micro-organismo externos e do próprio homem. Tal magnitude é expressiva e deve ter os devidos cuidados com os equipamentos de segurança de trabalho. Assim como as luvas, máscaras e óculos de proteção, o jaleco é fundamental para a realização de qualquer procedimento.

Jalecos nos tratamentos estéticos

O mais adequado é o de cor branca, com mangas longas e punhos no jaleco. Existem, também, os descartáveis para profissionais, porém não muito utilizados e necessário para a área da estética. Os jalecos comuns são os de tecidos e devem ser trocados diariamente e somente utilizados nos espaços de atendimento, como em sala, cabine para procedimento, consultório, entre outros. O jaleco, além disso, tem o objetivo de evitar que os profissionais desta área, que manipulam substâncias e outros tipos de materiais, que podem ser contagiosos, tenha a contaminação das roupas de uso próprio. Também, outro motivo é o fator externo como exposição com sangue ou líquidos dos pacientes, por exemplo, entre em contato com o profissional esteta. Vale ressaltar que o jaleco deve ser utilizado no ambiente de trabalho. Atualmente, há leis que proíbem o uso do jaleco fora de clínicas, hospitais e locais da área da saúde. O motivo é evitar que micro-organismos e bactérias são transportadas de um local para o outro, que podem ficar impregnadas na vestimenta e outros equipamentos. Esta lei está em vigência em alguns estados do Brasil, como São Paulo(Lei 14.466/2011) e Minas Gerais (Lei 21.450/2014). Ficou interessado sobre o assunto de biossegurança? Então você pode ler mais sobre este assunto em nosso blog, na matéria A importância da biossegurança em estética para os profissionais da área, que comenta sobre a importância do uso das luvas de látex para os profissionais estetas. [widgetkit id=”56″ name=”BANNER CURSO DE MICROAGULHAMENTO”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2012-2021. Portal da Farmácia Estética.