Entenda os porquês da biossegurança no trabalho e a utilização do jaleco nos procedimentos estético

A biossegurança pode ser definida por um conjunto de ações realizados pelo esteta, que visa a segurança e proteção tanto do profissional quanto do paciente, antes e durante o procedimento estético. Na série de hoje, o blog farmácia estética mostra os benefícios e cuidados com a profissão e a importância da utilização dos jalecos para a realização de qualquer tratamento.

Os cuidados com higiene, manipulação e conservação de equipamentos e substâncias são essenciais em qualquer local que lida com os cuidados e a saúde do paciente. Isto é relevante pois em qualquer ambiente estamos expostos a poeira, sujeira provenientes do ar e micro-organismo externos e do próprio homem.

Tal magnitude é expressiva e deve ter os devidos cuidados com os equipamentos de segurança de trabalho. Assim como as luvas, máscaras e óculos de proteção, o jaleco é fundamental para a realização de qualquer procedimento.

Jalecos nos tratamentos estéticos

O mais adequado é o de cor branca, com mangas longas e punhos no jaleco. Existem, também, os descartáveis para profissionais, porém não muito utilizados e necessário para a área da estética. Os jalecos comuns são os de tecidos e devem ser trocados diariamente e somente utilizados nos espaços de atendimento, como em sala, cabine para procedimento, consultório, entre outros.

O jaleco, além disso, tem o objetivo de evitar que os profissionais desta área, que manipulam substâncias e outros tipos de materiais, que podem ser contagiosos, tenha a contaminação das roupas de uso próprio. Também, outro motivo é o fator externo como exposição com sangue ou líquidos dos pacientes, por exemplo, entre em contato com o profissional esteta.

Vale ressaltar que o jaleco deve ser utilizado no ambiente de trabalho. Atualmente, há leis que proíbem o uso do jaleco fora de clínicas, hospitais e locais da área da saúde. O motivo é evitar que micro-organismos e bactérias são transportadas de um local para o outro, que podem ficar impregnadas na vestimenta e outros equipamentos. Esta lei está em vigência em alguns estados do Brasil, como São Paulo(Lei 14.466/2011) e Minas Gerais (Lei 21.450/2014).

Ficou interessado sobre o assunto de biossegurança? Então você pode ler mais sobre este assunto em nosso blog, na matéria A importância da biossegurança em estética para os profissionais da área, que comenta sobre a importância do uso das luvas de látex para os profissionais estetas.

Curso de Microagulhamento
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e escrevemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta e do graduando em farmácia.