5 principais desvantagens do EAD na pós em Farmácia Estética

A procura pelo Ensino à Distância (EAD) está cada vez maior, visto que a maioria das pessoas se considera ocupada demais para as aulas presenciais. No entanto, optar por este modelo pode parecer benéfico inicialmente, mas a verdade é que há uma série de desvantagens do EAD quando se trata de uma pós em Farmácia […]
estética - desvantagens do EAD

A procura pelo Ensino à Distância (EAD) está cada vez maior, visto que a maioria das pessoas se considera ocupada demais para as aulas presenciais. No entanto, optar por este modelo pode parecer benéfico inicialmente, mas a verdade é que há uma série de desvantagens do EAD quando se trata de uma pós em Farmácia Estética

Mesmo o ensino à distância oferecendo uma comodidade para escolher onde e quando estudar Farmácia Estética por um preço acessível, existem uma série de dificuldades no processo dessa formação que implicam na má qualidade dos conteúdos. A farmacêutica esteta Renata Marques é a prova viva de que o barato, na verdade, sai caro. 

Ela sempre quis fazer sua pós-graduação em Farmácia Estética numa IES referência no setor e credenciada pelo MEC. Entretanto, para fazer as aulas teóricas e práticas ela precisaria viajar para uma cidade distante da sua, o que não estava em seus planos. Então optou pelo que achava mais viável na época: realizar sua especialização em estética no formato EAD em outra instituição. 

“Eu fazia plantão na farmácia para pagar o curso, só que o barato saiu caro. Além da teoria ser ruim, para eu ter alguma experiência prática precisei comprar cursos à parte. Não tive aproveitamento algum, os conteúdos eram por escrito e na prova pediam informações que só teríamos na prática, o que não era oferecido. No EAD você não coloca a mão na massa, não tem o contato necessário para adquirir experiência e segurança para exercer a profissão. Enfim, essa pós foi apenas para titulação, e atualmente estou refazendo na instituição que sempre quis, de forma híbrida: teoria online com aulas gravadas e ao vivo, e práticas presenciais”, explica a farmacêutica. 

Pensando em casos como o da Renata (e a fim de evitá-los), listamos as cinco principais desvantagens do EAD, principalmente, quando se trata de uma pós-graduação em Farmácia Estética. Veja!

5 desvantagens do EAD Farmácia Estética

1. Dificuldade em se manter motivado no EAD

Para muitas pessoas, não ter uma sala de aula e horários definidos pode dificultar na hora de lembrar de ligar o computador e entrar na sala virtual. Ou até mesmo não ter vontade de fazer isso. Não saber organizar a liberdade de estudar é crucial para não ter o melhor rendimento no curso.

Nesse cenário, é importante que você tenha toda a motivação necessária para olhar o site, preencher as tarefas e incluí-las no prazo, embora tudo ainda precise ser concluído em tempo hábil, assim como se estivesse em uma sala de aula tradicional. 

Para aqueles que não têm automotivação, essas aulas podem resultar em gastar tempo e dinheiro, uma vez que precisará retomá-las porque se esqueceu de alguma tarefa e refazê-las.

2. Dificuldade em manter contato com os professores de Farmácia Estética

Se você já teve problemas com as tarefas ou perguntas sobre um tema durante uma aula presencial, geralmente é muito simples resolver: basta conversar com seu professor antes ou depois da aula.

No EAD não é bem assim. Você terá dificuldade em entrar em contato com os professores. Embora você possa enviar um e-mail, a resposta não será imediata como seria se pudesse conversar pessoalmente com os mestres.

Além disso, no que se refere à área da saúde, tirar dúvidas e conversar sobre as aulas é de grande importância para compreender melhor os procedimentos na estética.

3. Desvantagens em interagir com colegas

Como não há sala de aula e, portanto, não há capacidade de trabalhar em projetos em grupos ou até mesmo conversar com outros alunos em um ambiente presencial, é difícil construir relacionamentos de qualquer tipo e alimentar seu network. 

Não só isso, mas é muito fácil começar a se sentir isolado de seus colegas e de outras pessoas porque você está trabalhando nas atribuições e em todas as atividades relacionadas à escola inteiramente sozinho. 

Geralmente, há fóruns em alguns cursos EAD, onde é possível deixar sua opinião sobre determinados assuntos e ter um pouco de interação. Mas garantimos, não é efetivo. Essas discussões em grupos online não representam nem 10% do que seriam proveitosas se fossem realizadas pessoalmente.

4. Dificuldade em se manter conectado o tempo todo no EAD

Para quem não tem uma fonte confiável de eletricidade ou não tem uma Internet relativamente boa, tem um grande empecilho para conseguir estudar. Soluções como ir à casa de um amigo, ou numa cafeteria, ou a uma biblioteca ou a qualquer outro lugar para acessar às aulas online podem ser alternativas inviáveis. Uma vez que o acesso à internet é fundamental para o EAD. 

Sem contar com os imprevistos que podem acontecer, como problemas no computador ou na energia elétrica, coisas que tendem a demorar para consertar. 

5. Desvantagem do EAD para obter feedback imediato

O feedback pode ser quase imediato quando você está sentado em uma sala de aula com um professor, porque ele tem alguns minutos para dar uma olhada em seu trabalho e decidir se você está no caminho certo ou não. 

Ao enviar tarefas por e-mail ou no portal, no entanto, pode ser mais difícil obter o feedback que está procurando. Você tem que esperar que o professor tenha a chance de ficar online, o que pode não acontecer com a frequência que gostaria. E quando você recebe o retorno, pode ser que tenha pouco tempo para fazer as alterações necessárias para a tarefa.

Além disso, as chances do feedback não ser preciso o suficiente para seu aproveitamento do curso e compreensão total dos procedimentos estéticos, são altíssimas. 

Ensino híbrido na Pós em Farmácia Estética

Do dia para a noite, devido a pandemia da Covid-19, a área de estudos acerca da Saúde Estética precisou se reinventar para continuar entregando os conteúdos com a mesma qualidade, só que de forma segura tanto para os alunos como para professores. A internet foi uma grande aliada neste período, pois por meios digitais foi possível dar continuidade nos estudos por meio de ferramentas e readaptar o modelo de ensino para o formato híbrido.

A mudança foi proveitosa e veio para ficar. Para àqueles que desejam se especializar em Farmácia Estética com qualidade, mas querem otimizar o tempo, o ensino híbrido é alternativa viável e efetiva. O modelo é oferecido em pós-graduações e a parte teórica acontece através de aulas gravadas e ao vivo via zoom, enquanto as práticas/vivências clínicas são presenciais, onde o aluno pode agendar na unidade ou polo mais próximo.

Invista no seu crescimento profissional, ele não pode parar e é preciso ser alimentado da maneira correta e com qualidade.

E você, já passou por algum perrengue ao escolher por formações em EAD? Nos conte aqui nos comentários e ajude outros colegas a fazerem a escolha certa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2012-2021. Portal da Farmácia Estética.