CFF regulamenta as atribuições do farmacêutico na Ozonioterapia

O Conselho Federal de Farmácia divulgou nesta sexta-feira (31/01/20) uma noticía sobre a regulamentação do farmacêutico na Ozonioterapia. A resolução em si deve ser publicada na próxima semana. Enquanto isso, o CFF disse que a resolução que reconhece a atuação do farmacêutico está aprovada e, dessa forma, a Ozonioterapia se torna mais do que uma […]
Ozonioterapia CFF abre consulta pública sobre atuação do farmacêutico
O Conselho Federal de Farmácia divulgou nesta sexta-feira (31/01/20) uma noticía sobre a regulamentação do farmacêutico na Ozonioterapia. A resolução em si deve ser publicada na próxima semana. Enquanto isso, o CFF disse que a resolução que reconhece a atuação do farmacêutico está aprovada e, dessa forma, a Ozonioterapia se torna mais do que uma prática integrativa para o profissional exercer, mas também uma especialização. A ozonioterapia utiliza a aplicação de uma mistura dos gases oxigênio e ozônio; ou seja, o ozônio medicinal. É utilizada no tratamento de um amplo número de problemas de saúde e disfunções estéticas. O ozônio em baixas concentrações desempenha funções importantes dentro da célula, com propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas, de modulação do estresse oxidativo, da melhora da circulação periférica e da oxigenação e ativação do sistema imunológico. O presidente do CFF, Walter Jorge João, ressaltou que a resolução amplia o já abrangente número de atividades farmacêuticas regulamentadas pelo Conselho e isso significa mais opções de trabalho para os farmacêuticos e mais segurança para a população que se beneficiará desses serviços. “Essa é 136ª especialidade farmacêutica regulamentada pelo CFF em dez áreas de atuação. Nosso próximo passo será organizar um curso de formação para aqueles que queiram se habilitar e atuar na ozonioterapia”. O farmacêutico habilitado poderá assumir responsabilidade técnica por estabelecimento farmacêutico que realizar esta prática. Entre outras atribuições, a resolução permite que o farmacêutico realize a consulta e anamnese farmacêutica, para avaliar sinais e sintomas, identificar as necessidades do paciente e realizar a prescrição farmacêutica em ozonioterapia. O profissional também poderá, entre outras atividades, escalonar as doses de ozônio medicinal a serem utilizadas e a via adequada de acordo com a avaliação das necessidades do paciente e aplicar o ozônio medicinal de maneira isolada ou em combinação, para uso clínico ou estético. Na proxima semana a resolução na íntegra deve ser publicada, para que o profissional possa ver os requisitos necessários para se especializar.

Fonte: Comunicação do CFF

[widgetkit id=”62″ name=”BANNER CURSO DE OZONIOTERAPIA”]

Comentário (3)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Farmácia Estética.