Conselho Regional de Farmácia de São Paulo lançou uma cartilha sobre a atuação do farmacêutico na estética.

O documento esmiúça as possibilidades de trabalho do profissional na área, os procedimentos em que pode atuar, os objetivos do farmacêutico trabalhar na estética, além da legislação que ampara o farmacêutico nesse setor.

O texto faz um compilado de todos os procedimentos que o farmacêutico pode realizar dentro de uma clínica de estética, além de trazer algumas informações básicas para os profissionais que desejam abrir a sua própria clínica.

Veja os procedimentos que os conselhos já permitem que o farmacêutico realize:

  • Cosmetoterapia;
  • Peelings químicos e mecânicos;
  • Sonoforese (ultrassom estético);
  • Eletroterapia;
  • Iontoforese;
  • Radiofrequência estética;
  • Criolipólise;
  • Luz intensa pulsada;
  • Laserterapia;
  • Carboxiterapia;
  • Agulhamento e microagulhamento estéticos;
  • Toxina botulínica;
  • Preenchimentos dérmicos;
  • Intradermoterapia/mesoterapia.

O texto foi todo baseado nas duas principais resoluções do Conselho Federal de Farmácia que são a CFF nº 573, de 22 de maio de 2013 – Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no exercício da saúde estética e da responsabilidade técnica por estabelecimentos que executam atividades afins; e a CFF nº 616, de 25 de novembro de 2015 – Define os requisitos técnicos para o exercício do farmacêutico no âmbito da saúde estética, ampliando o rol das técnicas de natureza estética e recursos terapêuticos utilizados pelo farmacêutico em estabelecimentos de saúde estética.

O conteúdo completo é muito enriquecedor para o farmacêutico que ainda têm dúvidas se deve ou não mudar para  área da estética. As Cartilhas são desenvolvidas por profissionais que atuam nas respectivas áreas abrangidas pelas
Comissões Assessoras do CRF-SP, por conta disso, tais publicações são ferramentas de orientação indispensáveis para toda a categoria farmacêutica, tanto para aqueles que estão iniciando sua vida profissional, como para quem decide mudar de área.

^39BE11B3ABC0810ABCD8F770BD942CF2348A2D5FDCDF7F721D^pimgpsh_fullsize_distr

 

18 COMENTÁRIOS

    • Você deve ser um médico egocêntrico, ou projeto, só afirmo uma questão a equipe multidisciplinar da saúde veio e vai ficar, acabou o reinado dos ditos semi deuses. Parabéns aos profissionais Farmacêuticos, Bioquímicos, Biomédicos, Enfermeiros e demais profissionais da área por essa conquista!

      Aceita que dói menos seus recalcados.

      Dr Flávio Agazzi
      Farmacêutico/ Bioquímico com muito ORGULHO
      Especialista Farmácia Clínica
      Especialista Farmácia Estética

    • Sabe o pior?

      Você Kairton é Bacharel em Fisioterapia e mantem essa postura, só porque recentemente, se formou em Medicina, porém não possui nenhuma especialização em nenhuma das faculdades concluidas Nenhuma especialização Kairton?
      Se acabe de trabalhar fazendo plantões porque é só para isso que clinico geral serve.

      Dr Flávio Agazzi
      Farmacêutico/ Bioquímico com muito ORGULHO
      Especialista Farmácia Clínica
      Especialista Farmácia Estética

      • Muito boa a sua resposta para esse merda, que acha que é Deus no hospital, eles implicam conosco achando que nós somos uma ameaça, ele faz parte da burguesia elite. Médico folgado siga a humildade de profissionais médicos educados…

      • Falou tudo Dr. Flávio Agazzi, tbm sou uma profissional Farmacêutica, e nós farmacêuticos damos conta do recado muito bem e creio que essa nova especialização veio para bombar.

    • Colega que ignorância é essa? Saiba você que por traz do farmacêuticos existem os conselhos federais e estaduais, só lembrando queridão, qualquer ser humano, em qualquer procedimento pode ter complicações, seja médico ou farmacêutico. Nos meus 20 anos de profissão vi muito médico errando em várias receitas e causando reações graves, nem por isso eu tive a ignorância de dizer que ele não seja habilitado ou não tenha capacidade para lhe dar com medicamento, diga-se de passagem que na faculdade de medicina, fala-se pouco de remédios e na faculdade de farmácia fala-se muito, só acho que um profissional complementa o outro.

  1. esse ser que comentou isso, ou deve ser projetinho de medicina ou medico egocêntrico
    respeite os demais profissionais da áreas da saudê
    por erro de um, todos não podem ser jugados
    pois se eu mesma fosse jugar todos médicos por erros de vários que eu mesmo identifico em farmácia comercial e hospitalar, vocês estariam com certeza sendo tachados de irresponsáveis e imprudentes.
    então respeite as demais profissões, porque dentre todas, sempre haverá uma laranja podre para estragar reputação de um fruto de muito estudo e dedicação.

  2. Acho que não precisa ofender os médicos e nenhum outro profissional. Ofensas rebaixam nossa classe farmacêutica. Temos que ter todos os profissionais da saúde como parceiros só assim chegaremos em algum lugar. Começamos na área estética agora os médicos estão nelas a anos. Se não tivermos parceria com eles acabaremos morrendo na praia. Com humildade dominamos o mundo com arrogância e xingamentos não chegaremos a lugar algum. Eu sendo farmacêutica a mais de 10 anos observo nos farmacêuticos uma desunião e uma agressividade que nasce desde a faculdade. Os médicos é uma classe unida. Nos farmacêuticos pra garantirmos nosso sucesso devemos nos anir aumentar a carga horária do curso de farmácia. Já pararam pra ver que a carga horária do curso de Medicima é 4 vezes maior que o de farmácia. Medina é 6 anos período integral e depois tem que fazer residência pra entrar no mercado. No meu tempo farmácia era período integral e saíamos sem saber muito porém com uma habilitação. Hoje o farmacêutico estuda meio periodo e sai generalista. Temos que lutar pra sermos qualificados no mercado aumento da carga horária. Respeito nas farmácias, já entrei em farmácia e o farmacêutico estava limpando chão e repondo medicamentos não formamos pra isso demos não brigar com médicos estes estão lutando pelo seu reconhecimento. Temos que brigar com o Conselho de farmácia aumentar carga horária processar donos de farmácia que admitem desvio de função do farmacêutica. Com baixos salários entre mil outras humilhações. Quem vai respeitar um profissional que não luta por seus objetivos temos que exigir melhoras e cumprimento da nossa legislação e qualificação.

  3. Olá, sou farmacêutica e tenho uma dúvida em relação à atuação na área de estética.
    Para estarmos aptos a fazer esses procedimentos, é necessário que façamos uma pós em estética, ou somente com cursos livres serão validos ?
    Agradeço desde ja.

    • Olá Malu como vai?

      O CFF lançou uma resolução permitindo a obtenção de habilitação por meio de cursos livres. Só que até hoje não existem as regras sobre como devem ser tais cursos livres? Só se sabe que devem ser de longa duração, não podem ser iguais aos cursos de finais de semana. No final, serão iguais ou mais complexos que as pós-graduações lato-sensu que já existem, 99,9% dos farmacêuticos habilitados obtém autorização ao exercício profissional na estética por meio dessa modalidade que confere também o título de especialista.

      Seria muito interessante você procurar exemplos de outros farmacêuticos estetas que já atuam no mercado. Ou até mesmo, dar uma ligada no CRF de sua região para obter esclarecimentos adicionais. Mas de fato até hoje não existem os cursos livres que habilitam.

  4. Olá sou graduada em farmácia bioquímica..e gostaria de espandir para área de farmacêutica esteta…Gostaria de saber se estou apta a realizar essa especialização ou se antes precisaria fazer uma pós graduação em estética…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e escrevemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta, do graduando em farmácia.