no comments

Snake Venon é a nova substância para ajudar no combate às rugas e marcas de expressão da face; você sabia?

Um cosmético inteligente, baseado em peptídeos, o Sanake Venon da Ellementti, promete apresentar os mesmos efeitos de uma aplicação da toxina botulínica, ou até superiores, segundo pesquisas recentes com o uso da substância.

O biomimético do veneno da serpente Tropidolaemus wagleri possui a propriedade de modular a contração neuromuscular, diminuindo as linhas de expressões.

A substância atua na membrana pós-sinática, evitando a ligação de acetilcolina ao receptor, por conseguinte mantendo-o fechado. No estado fechado, os íons de sódio (Na+) não são liberados e o músculo permanece relaxado.

O Snake Venon é capaz de estimular a síntese de 6 componentes essenciais da matriz cutânea e da junção dermoepidérmica (colágeno I, III, IV, fibronectina, ácido hialurônico e laminina 5), restaura a derme, diminui a flacidez tissular e as linhas estáticas.

No mundo da estética, no qual as substâncias e procedimentos estão em constante evolução, essa é mais uma novidade a qual o farmacêutico deve ficar atento.

Baseado em tudo o que o Snake Venon promete, essa pode ser a próxima substância mais usada para eliminar linhas de expressão e as temidas rugas dos pacientes nos próximos anos, tornando-se tão conhecida e popular quanto a toxina botulínica!

Você já tinha ouvido falar do Snake Venon? Conhece alguém que já tenha aplicado a substância? Conta para a gente!

O site da Ellementti ainda está em construção, mas a substância pode ser encontrada no Brasil.

Veja a imagem abaixo que o blog Farmácia Estética encontrou sobre a aplicação da substância:

snake-venon

^39BE11B3ABC0810ABCD8F770BD942CF2348A2D5FDCDF7F721D^pimgpsh_fullsize_distr

Reporter Farmácia Estética

Somos apaixonados pelo que fazemos e escrevemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta, do graduando em farmácia.