Pesquisa mostra como é a atuação na Farmácia Estética, quais as oportunidades e os desafios da profissão

O farmacêutico esteta Dr. Gilson Rabello, realizou um estudo sobre a inclusão do Farmacêutico na Saúde Estética. A pesquisa foi feita como trabalho de conclusão de curso para o Nepuga (Núcleo de Estudos Dra. Ana Carolina Puga) da turma 5, de Belo Horizonte. O objetivo do trabalho foi mostrar o novo mercado em que o […]
Pesquisa mostra como é a atuação na Farmácia Estética, quais as oportunidades e os desafios da profissão
O farmacêutico esteta Dr. Gilson Rabello, realizou um estudo sobre a inclusão do Farmacêutico na Saúde Estética. A pesquisa foi feita como trabalho de conclusão de curso para o Nepuga (Núcleo de Estudos Dra. Ana Carolina Puga) da turma 5, de Belo Horizonte. O objetivo do trabalho foi mostrar o novo mercado em que o farmacêutico pode se inserir, bem como analisar suas oportunidades e desafios. A discussão apontou para um mercado que pode ainda crescer e melhorar e que, apesar dos desafios, tem a possibilidade de se estabilizar com viabilidade, obedecendo princípios éticos e de segurança. De acordo com Rabello, o segmento de estética vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo: de um lado, surgem a cada dia novas tecnologias e procedimentos para aperfeiçoar a aparência da população e, de outro, há todo um regulamento sobre quem está e quem não está habilitado a utilizar tais técnicas para tratar pacientes. Com esses avanços tecnológicos e discussões sobre especializações, o farmacêutico, a partir de novas resoluções legais do Conselho Federal de Farmácia, pôde ampliar suas oportunidades e agora, desde que esteja devidamente especializado, pode atuar no segmento. [restrict]

Resolução que criou a especialidade da farmácia estética

A farmácia estética é uma nova área na busca de tratamentos. Passou a constituir-se legalmente através da Resolução 573 de 2013 que dispõe sobre as atribuições do farmacêutico na saúde estética, bem como suas responsabilidades, e pela Resolução 616 de 2015 que define os requisitos técnicos para que o farmacêutico possa atuar na estética. Tais resoluções marcam a inserção, de fato, do farmacêutico no ramo da saúde-estética. Através destas resoluções, o farmacêutico habilitado (especialista) em Farmácia Estética possui atuação reconhecida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF). Com base em tais resoluções, o objetivo do estudo é apontar como está sendo feita a inclusão do farmacêutico na saúde estética, bem como suas oportunidades e seus desafios. Para isso, são abordados, através de revisão bibliográfica, o ramo da farmácia estética, as resoluções que incluem a farmácia no ramo estético, os procedimentos que podem ser realizados pelo farmacêutico esteta e os desafios enfrentados.

Novas oportunidades de trabalho na Farmácia Estética

A partir desta nova modalidade de trabalho, os farmacêuticos passaram a ter uma nova oportunidade de trabalho, podendo ser profissionais liberais ou autônomos, expandindo suas possibilidades. É necessário ressaltar, no entanto, que para usufruir de tais oportunidades, o farmacêutico deve se especializar através de curso de pós-graduação. [/restrict] [widgetkit id=”11″ name=”BANNER PÓS-GRADUAÇÃO FARMÁCIA – 30-01-2017″]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Farmácia Estética.