Início Contra Ato Médico Erro Médico: mais comum do que você pensa
revista-superinteressante

Erro Médico: mais comum do que você pensa

Baixar PDF da Revista Superinteressante de Julho/2018

633
3

A Revista Superinteressante publicou em sua edição de Julho/2018 a capa “ERRO MÉDICO” com a foto de um estetoscópio em forma de cobra mamba negra “a mais venenosa e pronta para dar o bote”!

Medicina e o erro médico recorrente

A imagem da capa que traz o erro médico como assunto central da edição, surte como um forte alerta sobre o que se deve esperar de um médico e da rede de hospitais do Brasil, trazendo à público uma discussão de alta relevância à população brasileira.

Segundo a revista o erro médico afeta 1 a cada 10 pacientes, e é a maior causa de morte do Brasil: tira mais de 1.000 vidas por dia.

Baixar PDF da Matéria Superinteressante – ERRO MÉDICO


O que vou encontrar neste PDF do Erro Médico?

  1. É mais seguro voar de avião do que sair vivo de um hospital;
  2. Explosão da formação de médicos mal capacitados no Brasil;
  3. CINCO casos de erros médicos impressionantes contados pelas próprias vítimas;
  4. A índole médica diante de erros médicos acobertados;
  5. A impessoalidade médica no atendimento e sua falta de interesse pelo paciente;
  6. A sobrecarga de atendimentos em cima de poucos médicos e sua má remuneração;
  7. E várias outras informações estatísticas esclarecedoras sobre as reais capacidades dos médicos brasileiros.

Erro médico: o que tem a ver com a estética?

Erros estéticos sempre estiveram intimamente relacionados com erros médicos. Os procedimentos estéticos mais arriscados são os invasivos cirúrgicos que dão acesso à órgãos internos. E estes são de competência exclusiva da classe médica. Tudo isso quem diz é a Lei do Ato Médico.

É sabido que a medicina tem travado batalhas judiciais contra todas as áreas da saúde! Eles também nestes processos juntam uma série de casos clínicos de erros estéticos para sensibilizar os magistrados.

Mas parece que eles esquecem de dizer ao público que a maioria dos casos juntados é sempre associado à médicos mal formados, e tentam desqualificar os profissionais estetas (como os farmacêuticos por exemplo).

Pois bem, mediante a sociedade, a Medicina brasileira vem se apresentando sistematicamente como uma profissão de excelência, tudo isso como uma estratégia de se promover ao público como uma classe de reputação confiável e que tem como a segurança do paciente como prioridade primordial.

Infelizmente, sabemos que a realidade dos fatos essa história não é bem assim!

Ao que parece, temos os piores médicos do mundo.

Em contrapartida, temos os melhores farmacêuticos e os melhores farmacêuticos estetas do mundo.

Enfim, vale muito a pena baixar este pdf.

3 COMENTÁRIOS

  1. Adoram crucificar os médicos, mas quando ocorrem complicacoes de procedimentos estéticos, a quem eles encaminham? E então pq os farmacêuticos não fazem medicina? Querem pegar só a parte boa, bem remunerada e não arcar , nem tratar as complicações. Quem acha isso justo, está muito equivocado.

    • nem vocês conseguem dar conta dos próprio erros médicos!?

      sejam mais humildes! e aprendam e aceitem a Ozonioterapia para o tratamento de intercorrências.

      cada vez mais a saúde independente de vocês, médicos: profissionais da doença!

    • Será que a ver com o fato do médico deter reservas de mercado absurdas no Brasil o que torna a mensalidade de cursos de medicina na casa dos R$10.000 enquanto um curso de farmácia custa R$1400???

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here