Para o farmacêutico, o campo de atuação na estética segue promissor e com dezenas de oportunidades de investimento. Neste artigo você ficará por dentro de todos os detalhes, procedimentos liberados e como se especializar.

Regulamentações garantem atuação do farmacêutico na estética

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) iniciou o trabalho de reconhecimento da atuação do farmacêutico na estética em 2013, através da Resolução CFF nº 573/2013, considerando, principalmente, que tais profissionais atuam e desenvolvem de maneira
interdisciplinar e participativa em ações e serviços de saúde.

Nos anos seguintes, o conselho aprimorou a Farmácia Estética, criando as Resoluções nº 616/2015, nº 645/2017, e mais recentemente a Resolução nº 669/2018.

A partir destes documentos, o farmacêutico esteta pode atuar com uma gama de procedimentos.

Lista de procedimentos estéticos LIBERADOS a partir das resoluções

• Avaliação, definição dos procedimentos e estratégias, acompanhamento e evolução estética;
• Cosmetoterapia;
• Peeling Químicos e Mecânicos;
• Sonoforese (Ultrasson Estético);
• Eletroterapia;
• Radiofrequência estética;
• Criolipólise;
• Luz Intensa Pulsada;
• Laserterapia;
• Carboxiterapia;
• Agulhamento e Microagulhamento Estético;
• Iontoforese;
• Toxina Botulínica;
• Preenchimento Dérmico;
• Intradermoterapia/Mesoterapia;

Novas suspensões e a atual situação da Farmácia Estética

Com a variedade de profissionais da saúde atuando na estética, a medicina se viu ameaçada e logo iniciou a expedir diversas liminares, tentando impedir a atuação destes especialistas.

Contra a Farmácia Estética, conselhos de classe e sociedades médicas tentaram várias vezes limitar a atuação.

Atualmente, duas das quatro resoluções CFF estão suspensas: nº 573/2013 e nº 669/2018.

Entretanto, como já foi esclarecido pelo CRF-SP, a suspensão de ambas as Resoluções não impede que o farmacêutico esteta atue. Afinal, os profissionais estão respaldados pelas Resoluções nº 616/2015 e nº 645/2017.

Nas palavras do CRF-SP:

“As Resoluções CFF nº 616, de 25 de novembro de 2015 que define os requisitos técnicos para o exercício do farmacêutico no âmbito da saúde estética, ampliando o rol das técnicas de natureza estética e recursos terapêuticos utilizados pelo farmacêutico em estabelecimentos de saúde estética e a 645, de 27 de julho 2017 que dá nova redação aos artigos 2º e 3° e inclui os anexos VII e VIII da Resolução/CFF nº 616/15 seguem vigentes, portanto, os procedimentos contidos nas Resoluções CFF nº 616/2015 e 645/2017 poderão ser SIM realizados”

Leia mais: CRF-SP esclarece atual situação dos farmacêuticos na saúde estética

O que é necessário para ser um farmacêutico esteta?

Como mencionado em Resolução do CFF nº 645/2017, ser um especialista na área é mais que essencial. Além desta necessidade, é preciso segue algumas regras impostas:

I. Ser egresso de programa de pós-graduação lato sensu reconhecido pelo Ministério da Educação, na área de saúde estética;

II. Ser egresso de curso livre de formação profissional em saúde estética reconhecido pelo Conselho Federal de Farmácia, de acordo com os referenciais mínimos definidos em nota técnica específica, disponível no www.cff.org.br;

Também é necessário ter capacidade técnica e científica para realizar procedimentos e recursos terapêuticos estéticos, ter habilitação reconhecida pelo Conselho Regional de Farmácia e também deve atuar com o Código de Ética da Profissão Farmacêutica.

Atuando como Responsável Técnico (RT)

Ainda na saúde estética, o farmacêutico esteta pode ser responsável técnico (RT) de estabelecimentos e clínicas de estética.

Assim, fica sob a responsabilidade do farmacêutico esteta assegurar que a clínica esteja legalmente autorizada para funcionamento. É necessário garantir que o local esteja dentro das normas do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS).

ATENÇÃO FARMACÊUTICO: Um ponto extremamente importante e que devemos destacar é que o CFF e a ANVISA não permitem a realização de tratamentos estéticos dentro de farmácias e drogarias, mesmo com um local adaptado.

Campo de atuação na Estética: diferencial

Sabemos o quanto o farmacêutico está preparado para atuar com a diversidade da área da saúde. Na estética, como o profissional entende o funcionamento do organismo, é possível identificar o que é necessário e quais protocolos devem ser feitos para que o tratamento tenha resultados positivos.

O farmacêutico também tem total conhecimento em fisiologia e medicamentos, permitindo indicar os produtos certos ao cliente.

Agora que você, farmacêutico, conhece a fundo o campo de atuação na estética, já se decidiu em investir? Não perca tempo e seja o diferencial neste amplo mercado!

Deixe aqui seu Comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a farmácia estética é legítima, um direito do farmacêutico, do farmacêutico esteta, do graduando em farmácia e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.